Ponto de ouro

Um ponto para falar de fotografia…

POR QUE EM FOTOGRAFIA OS NÚMEROS SÃO “INVERTIDOS”? 08/02/2011

Filed under: Dicas para iniciantes — simonezmr @ 17:17
Tags: , ,

Primeiramente, desculpem a ausência. Não estou conseguindo postar com a freqüência que eu gostaria… Mas, vamos ao que interessa!

Se você é iniciante em fotografia, ou já foi algum dia, é possível que em algum momento já tenha se feito a pergunta lá de cima. Uma grande dificuldade de quem está iniciando na área, é entender por que em fotografia o número maior representa o menor, e o menor representa o maior. Ok, ok, mas vamos por partes:

Obturador: O obturador funciona como uma espécie de ‘porta’ que fica aberta por um período e após se fecha. Esse período é o tempo que o filme/sensor receberá luz. Pode ser por uma fração de segundos, vários segundos, algumas horas e até mesmo dias. No fotômetro da câmera, o tempo é marcado por números e símbolos. Quando o fotógrafo quiser usar um tempo que não esteja programado na câmera, pode utilizar o comando ‘bulb’. Esse comando deixa o obturador aberto enquanto o botão disparador estiver sendo pressionado. A desvantagem dele, é que além da imagem poder tremer, se você quiser uma exposição de meia hora, esse é o tempo que você terá que ficar lá, com o dedinho no botão… 
Quando o tempo vier marcado seguido de duas aspas (“), significa o tempo em segundos que o obturador ficará aberto: 1”, 4”, 8”, 15”…
Mas o tempo também é marcado em fração de segundos: ½, 1/8, 1/15, 1/125, 1/500, 1/1000, 1/3000… Isso significa que um segundo foi dividido em centésimos, milésimos de segundo. Sim, um segundo dividido por 15, por 125, por 1000… A confusão entretanto, deve-se ao fato de que as marcas de câmeras (serão todas?) não põe no fotômetro do equipamento o número fracionado. Representam apenas como 125, 500, 1000… Se o número aparecer sem estar seguido de aspas, significa que está fracionado.
Diafragma: Representado por N° f, o diafragma é um pequeno orifício que controla a passagem de luz pela lente até o filme/sensor . Quanto maior o número f, menor o tamanho do orifício. Quanto menor o número f, menor é a profundidade de campo oferecida e maior será a luminosidade da lente. Ou seja, uma lente f 2.8 é mais luminosa (mais aberta) e com menor profundidade de campo (mais desfocado o fundo) do que uma lente f 22.
Sim, o assunto é confuso no começo. Quando estamos aprendendo a andar, levamos um tombo até ficarmos ‘aptos’. Da mesma forma, na fotografia, levamos uns ‘tombos’ até entendermos bem essa parte. Mas depois se torna tão fácil e automático quanto andar. Vale a pena ler o livro “Tudo sobre fotografia”, de Michael Busselle. É antigo (faz menção somente ao processo analógico), mas é uma verdadeira ‘Bíblia’ da fotografia. Leitura obrigatória!
Mas quem tiver dúvidas, pode deixá-las na forma de comentário, que dentro do possível responderei, ou ao menos, indicarei alguma bibliografia.
“Tirar uma foto é como reconhecer um evento e naquele exato momento e numa fração de segundo, você organiza as formas que vê para expressar e dar sentido ao evento. É uma questão de pôr o cérebro, o olho e o coração na mesma linha de visão. É uma forma de viver.” (Henri Cartier-Bresson)

Um abraço, e até a próxima!

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s